Revolução

Estamos numa revolução, vamos falar da tão comentada e pouco compreendida Mídia Programática.
Deixamos para trás muitas ligações telefônicas, tempo perdido e o desgaste ao contatar portais e sites um a um para compra de espaço publicitário. Hoje temos uma plataforma automatizada que minimiza custo, tempo e ainda consegue atingir o target conforme a necessidade de cada um dos nossos clientes.

Com o aumento dos inventários de publicidade, muitos portais ficavam com espaços ociosos, então surgiram as AdNetworks com o objetivo de servir de ponte entre agencias e publishers, mais tarde evoluindo para a compra de mídia automatizada, chamada de mídia programática onde os espaços são negociados com leilão através de um software conhecido como DSP (Demand Side Plataform).
Embora todo esse processo possa parecer complexo, ele está longe de ser demorado. Tudo isso acontece em menos de 1 segundo, algo que seria humanamente impossível de ser realizado com a mídia tradicional.

Tempo livre para o que interessa

Ufa, agora podemos ter insights, utilizar estratégias de B.I (Business Inteligence) e pensar em como melhorar o desempenho das campanha digitais.
Um ponto importante para obter resultado satisfatório é o briefing completo.

Ter um briefing completo é mais do que saber quem é o cliente e seu target. Entender a real necessidade dele no momento é a parte mais importante do processo. Por isso ter as informações claras e estruturadas abre portas para novas ideias, estratégias e diferentes caminhos.”
(Matheus Gdikian – Account Manager / Zahg Trading Desk)